domingo, 5 de setembro de 2010

Descubra o que Asa Branca, de Luiz Gonzaga, tem a ver com Matemática

Na semana de formação para o 2º módulo do projeto TRAVESSIA, ocorrida dos dias 22 a 27 de agosto, no Hotel Casa Grande - na cidade de Gravatá, foi lançado um desafio aos professores de Humanas e Exatas das gerências regionais de ensino de Limoeiro, Nazaré da Mata e Vitória de Santo Antão - que atuam no maior programa de correção de fluxo idade/série do Estado: criar situações, em nossas escolas, a fim de derrubar o mito notório, mas equivocado, de que MATEMÁTICA é uma disciplina enfadonha, chata e de difícil entendimento.

Respaldados pelos formadores Tanan e Renata, os professores Ana Paula, Ângela, Conceição, Elisângela, Iracema, Marcelo, Mª Barbosa, Meires, Rita e Sandra apropriaram-se da canção Asa Branca, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, para promover uma atividade integradora que buscasse aproximar os alunos ao universo matemático. Fórmulas, regras, sistemas, conceitos e exercícios para se compreender realidades estanques, típicas de salas de aula heterogêneas, foram temas que, batidos com muita criatividade num 'liquidificador', apresentou-se em forma de paródia.

Confira o vídeo e perceba o quão simpático o ensino da MATEMÁTICA pode se tornar para você!

Um comentário:

Tanan disse...

É! A matemática pode ser extranha no papel. Mas, no coração...